Tubos de concreto: o que você não sabia

Tubos de concreto: o que você não sabia

Tubos de concreto: o que você não sabia

Tubos de concreto: o que você não sabia

Mesmo quem conhece e trabalha diariamente pode não saber sobre todas essas curiosidades. Descubra agora tudo o que você não sabia sobre tubos de concreto!

Inventado após uma guerra civil: tubos de galerias e bueiros

A origem dessa categoria foi logo após a guerra civil pelas ferrovias norte-americanas. O grande desenvolvimento de 1915 até 1960 das estradas dos EUA também propiciaram um avanço na produção de tubos de concreto para galerias e bueiros.

 

Responsáveis pelo crescimento de grandes cidades: tubos de águas pluviais

Os tubos para águas pluviais foram desenvolvidos para atender a demanda por sistemas de esgotos sanitários, tornando possível o crescimento qualitativo das grandes cidades.

 

Como os tubos de concreto são fabricados

Muitas pessoas acreditam que existem várias maneiras para a fabricação, quando na verdade, basicamente são apenas duas. Os tubos podem ser fabricados por adensamento vibratório ou prensado radialmente.

 

Desde campos de Futebol até Aeroportos: tubos de drenagem!

Os tubos para drenagem podem ser utilizados na drenagem de aeroportos, campos de futebol, parques e indústrias. Uma curiosidade é que nos Estados Unidos e no Canadá estima-se que 90% dos aeroportos têm seu sistema de drenagem executado com tubos de concreto devido à capacidade de melhor suporte de cargas externas de terra e tráfego.

 

A principal diferença entre os tubos de PS e PA1, PA2, PA3 e PA4

Muitas pessoas se confundem ou não sabem como diferenciar na hora da compra mas, existe um jeito muito simples de entender essa diferença. Basta pensar na finalidade do uso: os tubos de PS são mais simples, com até 600mm de diâmetro. Já os tubos de PA1, PA2, PA3, PA4 são mais resistentes, pois tem armação de ferro na parte interna.

 

Ainda em dúvida sobre qual material mais indicado para a sua obra? Entre em contato com o nosso departamento comercial e esclareça as suas dúvidas.

0 comments